Agenda   Bafões   Instagram   Música   Noite   Notícias   Sensual   Shows   Twitter

 

 Pride - Parada LGBT de SP teve Pabllo Vittar, Anitta e discursos de Fernanda Lima e de viúva de Marielle

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Em sua 22ª edição, evento tem como tema 'Poder para LGBTI+, Nosso Voto, Nossa Voz'

A 22ª edição da Parada do Orgulho LGBT lotava ruas e avenidas do Centro de São Paulo no domingo (03.06). Com o tema "Poder para LGBTI+, Nosso Voto, Nossa Voz", a festa era marcada por apresentações musicais, como a da cantora Pabllo Vittar, Anitta e discursos a favor do respeito pelas diferenças contra a violência.

O público começou a se concentrar em frente ao Masp durante a manhã. Por volta do meio-dia, durante a abertura oficial da parada, a arquiteta Mônica Benício, viúva da vereadora carioca Marielle Franco, emocionou o público ao discursar.

"Isso aqui é um ato de resistência. O Brasil é um dos países que mais mata a sua população LGBT. E a gente não pode assumir isso, deixar que isso continue desta maneira", disse Mônica. A esposa dela foi assassinada em abril no Rio e, até agora, o crime deixa mais dúvidas do que respostas.

Em seguida, a apresentadora Fernanda Lima também criticou a violência contra o público LGBT. "Não podemos deixar que a LGBTfobia continue matando", disse. Ao final de sua fala, ainda prometeu trazer o marido, Rodrigo Hilbert, na próxima edição do evento. E completou: "[Ele vem] de drag!" Ela aproveitou para dar um selinho na apresentadora oficial do evento, a drag-queen Tchaka.

A cantora Pabllo Vittar agitou o público em um dos 18 trios elétricos presentes na Avenida Paulista. Anitta também cantou seus sucessos. De lá, a parada seguiu pela Rua da Consolação em direção à Praça Roosevelt. Nem o frio e a chuva fraca afastaram o público.

             

COMENTE

Mande sua opinião


Nome:

E-mail:

Telefone:

Mensagem:
;

 

 

Mais Notícias

» Miss Brasil 2018: candidata do Amazonas leva a coroa de mais bela do Brasil

 

» Ex-repórter da Record TV, Gabriel Leão afirma que já ficou com Biel

 

» Samba Prime 2018 muda para a Esplanada do Mineirão em BH

 

» Pride - Parada LGBT de São Paulo 2018 acontecerá dia 3 de junho

 

» Casamento de Lexa e Guimê tem tumulto, e PM salva entrada triunfal da noiva

 

» Príncipe Harry e Meghan Markle se casam em cerimônia que uniu tradição e modernidade

   
  

                                       

 

 FERVECAO.COM - Copyright (c)