Bafões   Diversão   Mídia   Música   Moda   Noite   Notícias   Sensual   Shows   Twitter

  Bafões - Últimos Babados!

 

 

Promoters programam festas alheios ao aumento de casos de corona em BH e região

 

Mesmo com o alerta das autoridades sanitárias e dos veículos de comunicação sobre a situação grave que o Brasil vive na pandemia, os promoters da Grande BH não estão nem aí e estão programando diversas festas para os próximos dias. 

Antes clandestinas, agora todos divulgam abertamente nas redes sociais os eventos que estão programando. Ao mesmo tempo, várias casas noturnas seguem lotadas e sem distanciamento em Contagem, principalmente. 

O público fica perdido em meio a essa guerra de informações que é passada diariamente. Na TV, hospitais cheios e sem vagas e pessoas morrendo aos montes e na internet uma chuva de opções de festas que todos queriam ir. 

A escolha é de cada um, se jogar e desprezar o risco de se contaminar e poder ter complicações ou se proteger e esperar mais um tempo até a situação melhorar!

 

 

 

Um Brasil divulga e vende ingressos de festa, "sem informar local", no Sympla

 

Fora da cena de festas em BH há quase um ano, a UM Brasil está divulgando um evento chamado de Tropical Vibes no Sympla para acontecer no sábado, 21 de novembro, 19H.

A festa terá DJs e quem chegar cedo participará de um coquetel open bar ao preço de R$ 27,50. A programação tem somente DJs do 3º escalão sem nenhuma grande atração. Detalhe, não foi informado o local do evento apenas o bairro que seria a Savassi.

Na descrição do evento há a informação que serão seguidas as normas para evitar a contaminação pelo coronavírus. 

Ferveção entrou em contato com o Sympla para questionar se é possível vender ingressos de festas públicas sem a divulgação do local, parecendo mais ser uma festa clandestina em tempos de pandemia e está aguardando uma resposta. 

 

 

 

The Week Rio anuncia festas no formato Open Air aos sábados

 

A The Week Rio anuncio nas redes sociais a retomada de eventos no formato open air a partir do dia 5 de dezembro e nos demais sábados de dezembro antes do Reveillon carioca. 

A casa noturna está fechada desde março quando começou a pandemia de coronavírus no Brasil. 

A programação ainda não foi divulgada mas é certo que seja focada apenas nos DJs residentes da boate que são mais de 25 atualmente. Em São Paulo, as atividades continuam suspensas. É babado!

 

 

 

Beyonce Destruidora curte balada em boate lotada sem máscara

 

Ela voltou! Beyonce Destruidora voltou a frequentar o Nostro Bar em Santa Luzia (MG), na Grande BH. No sábado, (31/10), Beyonce subiu no palco, mandou beijos e dançou funk com os freqüentadores do estabelecimento. 

A casa noturna estava cheia e sem o distanciamento por causa da pandemia, ninguém estava de máscara. Um péssimo exemplo para quem é influencer digital freqüentar um lugar assim. É babado!

 

 

 

Bares e casas noturnas em Contagem (MG), na Grande BH, estão bombando mas sem distanciamento

 

Se em BH a fiscalização é rígida com a flexibilização dos bares e restaurantes no horário permitido, em Contagem (MG), a história é bem diferente.

Todas as casas noturnas já reabriram e as principais delas estão ficando lotadas de quinta a domingo. Ferveção esteve na cidade nas últimas semanas e parece que não há mais pandemia por lá.

Todos os estabelecimentos funcionam oficialmente até a meia noite mas como não há nenhum tipo de fiscalização, eles funcionam livremente após esse horário sem exigir distanciamento dos clientes.

Até certo horário, fica todo mundo sentadinho nas mesas, mas no final da noite as pessoas se livram das máscaras e passam a agir como se não existisse mais a pandemia e ficam andando livremente nos estabelecimentos. É babado!

 

 

 

Vida noturna em Belo Horizonte está irreconhecível mesmo com reabertura dos bares

 

Um mês se passou após a flexibilização para reabertura dos bares e restaurantes em Belo Horizonte mas a situação ainda é muito aquém do que já foi um dia. 

Ferveção fez um tour pela cidade na noite da sexta-feira, (23/10), e a constatação é desoladora ainda. Os bares e restaurantes são obrigados a baixar as portas por volta de 23h e após esse horário nada funciona nos principais points. 

Na Savassi, Av. Guarapari, Rua Alberto Cintra e Rua São Paulo no bairro de Lourdes estava muito vazio. Estivemos também na porta do Gis Mais que virou um bar e o movimento estava super fraco. No Code Bar, às 23h, já estava fechado. No John John não tinha ninguém nesse mesmo horário. 

Segundo uma fonte do site, o movimento maior é por volta das 21h mas mesmo assim é bem fraco comparado com antes da pandemia. 

Até agora, não se sabe se os bares poderão ampliar o horário de funcionamento mas vendo a situação do coronavírus piorando na Europa e Estados Unidos, o Brasil precisa se cuidar para não ter uma segunda onda. 

 

 

 

Promoter Tati Bocão inaugura bar na Savassi em BH

 

A promoter Tati Bocão inaugurou no sábado, (17/10), um bar na av. do Contorno, na Savassi, em BH. A promoter está atuando na noite LGBT mineira desde 2008 e já teve vários projetos fixos e avulsos durante esse longo período. 

A inauguração teve show com a cantora Suelen Araújo e o funcionamento do bar com mesas na calçada foi das 12h até às 23h, conforme as regras de flexibilização da Prefeitura. 

A promoter fazia festas às sextas no Code Bar antes da pandemia e será agora concorrente de vários bares que funcionam na região com o mesmo público alvo.

 

 

 

Calor extremo de 37º graus na Grande BH faz movimento de bares bombar na retomada de atividades

 

Um reflexo do calor extremo na Grande BH no primeiro fim de semana em outubro foi o excelente movimento de clientes nos bares e casas noturnas que já estão funcionando na reabertura do corona. 

Ferveção fez um tour entre os dias (03 e 04/10) por BH passando pela Rua Alberto Cintra e todos os bares estavam bem cheios. Já no Bora Bora na Av. Guarapari quase todas as mesas colocadas distanciadas ficaram ocupadas com capacidade máxima. 

Já em Contagem, a Havanna Deck bombou de quinta a domingo. A casa noturna está adaptada para funcionar como bar provisoriamente mas houve grande aglomeração de clientes no local. Já os bares de rua também ficaram bem cheios.

Em Betim, uma festa clandestina na BR 381 no sábado, (03/10), recebeu mais de 500 pessoas e não houve nenhum tipo de distanciamento entre as pessoas.

As temperaturas elevadas de 35º à 37º graus estão ajudando a retomada do funcionamento dos estabelecimentos que ficaram 5 meses fechados. Boates ainda não podem funcionar mas algumas viraram bares e já reabriram. É babado!

 

 

 

Rancho Bill em Contagem (MG) reabre após 6 meses fechado por causa da pandemia

 

No domingo, (04/10), o Rancho Bill reabriu às portas após quase 6 meses fechado por causa da pandemia de coronavírus. O estabelecimento em Contagem (MG) vai funcionar em datas especiais aos domingos e assumir o lugar do Mineiro Bill que entregou o ponto e encerrou as atividades na av. Pedro II em BH. 

A reabertura teve shows com Nega Jack, Wandera Jones, Paula Sete e DJs. As mesas com quatro lugares custaram R$ 40 Reais no primeiro lote à venda no Sympla e logo se esgotaram. 

Segundo uma fonte do site, cerca de 250 pessoas estiveram na reabertura e não houve nenhum problema ou desrespeito por causa das normas de distanciamento. É babado!

 

 

 

Fiscalização interdita bar no bairro de Lourdes; 400 pessoas estavam no local, diz prefeitura de BH

 

Um bar no tradicional bairro de Lourdes, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, foi interditado na madrugada do sábado (26/09). 

De acordo com a Subsecretaria de Fiscalização da prefeitura, dentro do local, que fica na Rua Marília de Dirceu, havia cerca de 400 pessoas

Além disso, de acordo com a administração municipal, a venda de bebidas alcoólicas e alimentos era feita normalmente. O responsável pelo bar Butiqueiro, Fábio Augusto Silva de Souza, admitiu que estava funcionando fora do horário permitido.

Segundo ele, dois aniversários eram realizados no local e acabou cedendo ao pedido dos clientes para que permanecessem no bar.

“Preciso muito trabalhar igual todos. A gente tem um pouco de ansiedade de pagar as contas que estão atrasadas, então trabalhei passando um pouco do limite”, afirmou. 

Souza disse que vai procurar especialistas para pedir orientações e se adequar às normas da prefeitura. É babado!

 

 

 

Bar freqüentado por LGBT's em Contagem (MG) cheio de clientes sem máscara

 

Mesmo com a pandemia de corona ainda bombando, os bares reabriram em Contagem, na Grande BH. A maioria está seguindo normas de distanciamento, mas alguns parece que não estão preocupados com os riscos de contaminação. 

Ferveção flagrou a porta do FM Bar na sexta, 18/09, por volta das 23h, cheio de pessoas sem máscara na parte externa e interna do bar e sem fazer o distanciamento. 

O estabelecimento usa parte da calçada para receber os clientes com um cercado de grades. Está sendo feita a cobrança de entrada no valor de R$ 10 Reais. O proprietário do bar é o DJ Rogério Oliveira, ex-residente do Andaluz. 

Contagem é a terceira cidade mineira com mais casos registrados da doença. É babado!

 

 

 

Grande aglomeração com pessoas sem máscara em frente ao Bar John John na Savassi em BH

 

Na sexta, 11 de setembro, houve uma grande aglomeração de pessoas sem máscaras em frente ao bar John John na Savassi em BH. 

O local é um conhecido reduto de jovens LGBT e desde a flexibilização para funcionamento no dia 4/9, a rua em frente ao bar tem ficado cheia de quinta à domingo. 

Ainda não está podendo ter música ao vivo mas música mecânica está rolando no local. Ao lado, tem também o famoso Rei do Pastel e outros bares que atraem muita gente. 

A sensação é que as pessoas estão achando que a pandemia acabou, mas os  números de mortos no Brasil chegam a mil quase todos os dias. É babado!

 

 

 

Kayete recupera a conta do Instagram e diz que o perfil foi hackeado por pessoa na Turquia

 

Em depoimento por vídeo, Kayete disse que seu perfil foi hackeado e que ficou muito abalada após a conta sumir. Segundo ela, uma pessoa da Turquia roubou sua conta após ela clicar em um email enviado para ela. 

A radialista fez agradecimentos a diversas pessoas que segundo ela a ajudaram a recuperar o perfil. Ao todo são 145 mil seguidores que ela disse serem reais e que nenhum foi comprado. 

A conta de Kayete ficou fora do ar quase uma semana e durante esse período ela criou uma conta alternativa para começar tudo de novo. O perfil não teve nada do conteúdo deletado além da foto de capa. É babado!

 

Postagens seguintes

 

   
  

                                       

 

 FERVECAO.COM - Copyright (c)